Fechar
Página inicial Notícias Parceria da UFRB: Acessibilidade Cultural, primeiro curso da Escult, está com inscrições abertas
CURSO

Parceria da UFRB: Acessibilidade Cultural, primeiro curso da Escult, está com inscrições abertas

10/06/24 08:51 , 10/06/24 08:51 | 581
imagem sem descrição.

O Ministério da Cultura (MinC) acaba de abrir as inscrições para a formação em Acessibilidade Cultural, primeiro curso da Escola Solano Trindade de Formação e Qualificação Artística, Técnica e Cultural (Escult). As aulas são gratuitas e 100% virtuais, com liberdade para o aluno assistir quando e como quiser. Outros 14 cursos serão lançados ainda este ano.

A Escult foi lançada em janeiro, durante a Conferência Temática de Trabalhadores da Cultura, em São Paulo. Criada pela Diretoria de Políticas para os Trabalhadores da Cultura da Sefic (Dtrac), da Secretaria da Economia Criativa e Fomento Cultural (Sefic), em parceria com o Instituto Federal de Goiás (IFG) e com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); faz parte do Programa de Formação e Qualificação para o Mundo do Trabalho em Cultura de trabalhadores e trabalhadoras da cultura, com enfoque principalmente nas áreas técnicas e que dão suporte às atividades culturais. Em acordo com o Plano Nacional de Cultura (PNC), a proposta da escola é oferecer cursos livres, de formação inicial, continuada (FIC) e de pós-graduação.

Deryk Santana, diretor da Dtrac, explica que o foco da iniciativa é garantir formação e qualificação artística, técnica e cultural para todos os trabalhadores e as trabalhadoras da cultura. “Por ser virtual e gratuita, a plataforma consegue chegar simultaneamente a todos os municípios do país, além de ser plenamente acessível e autoconfigurável, com a possibilidade de o usuário adequá-la às suas necessidades específicas, possibilitando ainda que pessoas com deficiência possam ser, não apenas público, mas também trabalhadores da cultura”, pontua.

Formatos diversos

Os cursos já previstos são divididos em duas categorias com prazo de conclusão entre três e seis meses e oferta semestral. Os de Formação Inicial e Continuada (FIC) têm carga horária de 160 horas e são destinados à formação para ingresso ou reingresso no mundo do trabalho, à qualificação e atualização, ao aprimoramento profissional e/ou para a elevação profissional ou escolaridade do trabalhador. Entre os confirmados para este ano, além de Acessibilidade Cultural, estão Gestão de Projetos Culturais; Analista e Parecerista de Projetos Culturais; e Agente Cultural.

Já os cursos livres ou de curta duração, com carga horária de até 60 horas, são mais específicos de uma determinada área profissional. Em 2024 serão abertas, por exemplo, as formações de Elaboração de Projetos de Propostas Simplificadas; Submissão de Propostas Simplificadas; Prestação de Contas de Propostas Simplificadas; Produção Audiovisual; Fotografia; Sonorização, e Produção de Documentário. Para 2025 estão programados, por enquanto, os cursos de Edição de Vídeo; Animação Digital; Cinegrafia (Operação de Câmera); e Iluminação Cênica.

Confira a programação e a ementa dos cursos no site da plataforma.

Quem foi Solano Trindade

Francisco Solano Trindade foi um poeta, pintor, ator, teatrólogo, cineasta e militante do Movimento Negro nascido em Recife em 1904. Em 1950, foi co-fundador do Teatro Popular Brasileiro (TPB). Publicou os livros “Poemas de uma Vida Simples”, “Seis Tempos de Poesia” e “Cantares ao meu Povo”. Como ator, participou dos filmes “Agulha no Palheiro”, “Mistérios da Ilha de Vênus” e “O Santo Milagroso”. Trabalhou também como artista plástico, pintando quadros a óleo. Um deles hoje faz parte do acervo do Museu Afro Brasil.

Como se inscrever

Acesse o site escult.cultura.gov.br, navegue até a página do curso de seu interesse e clique no botão "Inscrever-se agora". Siga as instruções para completar o processo de inscrição.

Dinheiro real e bonus para jogar como aviator estao aqui!

https://marsbet-casino.com.br/

Na dúvida, fale conosco!